-Com os chinelos de futebol consolidados no mercado, com dezenas de clubes em nosso portfólio, cobrindo assim todo o território nacional, começava então um novo desafio, expandir nossa operação para outros campos, nosso times queria mais. Com o tempo, além do futebol, começamos a investir nos times dos personagens, do surf, da moda, do automobilismo, do skate, das artes marciais e até mesmo da arte, ampliando dessa forma nossa carteira de licenciados.

QUEM SOMOS

História

 

A Domenicca nasceu da empreendedora união de duas grandes paixões nacionais: os chinelos e o amado futebol. Seu Diretor Fundador acompanhou de perto a evolução dos clubes de futebol espanhóis e italianos. Várias boas ideias depois de concebidas parecem quase óbvias e trazem a reflexão: "Por que não pensei nisso antes?". Hoje a ideia parece óbvia à época chegou a ser taxada como improvável. O licenciamento vinculado ao futebol era inexplorado para uma série de produtos. A ideia precisa sair do papel, o trabalho foi gradativamente iniciado. No primeiro giro pelo país, convencendo clube por clube de que os chinelos deveriam ser lançados, vencemos a desconfiança comum a toda proposta inovadora. Uma das colocações mais recorrentes era "um torcedor não vai pisar em seu time...". Logo veio a explicação: os torcedores andariam com seu time. Assim nasceu o slogan: Domenicca, ande com seu time. Tão logo a primeira equipe foi a campo, as vendas começaram. Os lojistas apostaram nos chinelos e a resposta dos consumidores foi incontestável, consolidando os “chinelos de futebol” como uma realidade. Com isso, a Domenicca não só iniciou uma operação nacional de fabricação de produtos licenciados, mas também abriu precedentes para uma série de empresas que seguiram seus passos, tornando-se referência nacional.

Por que Domenicca?

Ao se buscar um nome para a empresa que dedicaria todos seus esforços para fazer seus chinelos chegarem ao maior número de pés, surgiu à mente tudo que é naturalmente relacionado a chinelos. Surgiu então uma associação perfeita. Domingo é o dia do chinelo, dia para relaxar, para ficar com os pés para o ar. Dia de praia, dia de churrasco em família, dia de ver o time do coração entrar em campo. Decidiu-se então que o nome teria que ser relacionado ao domingo. Em italiano, domingo é domenica.

Evolução

Começaram também os negócios internacionais, a procura por nossos chinelos foi crescendo, e os oceanos não eram mais limites, além de países da América do Sul como Uruguai, Paraguai e Chile, exportamos para os Estados Unidos, Espanha, França, Portugal e Israel. Com nossa linha de produtos cada vez mais completa fomos ganhando espaço no varejo nacional, hoje estamos presentes nas principais redes de lojas físicas e e-commerces brasileiros, contemplando mais de mil pontos de venda ativos. Nosso reconhecimento no mercado nos possibilitou contas especiais como a da World Cup Fifa no ano de 2010, no ano de 2014 produzimos os chinelos oficiais da CBF.

 

ESTRUTURA

Fábrica

-Nossos chinelos são produzidos em nossa fábrica localizada em Barbalha, dentro do Polo Calçadista do Cariri no estado do Ceará, um dos maiores polos industriais de calçados do Brasil. Contamos com toda expertise de profissionais que atuam na indústria calçadista há mais de 20 anos, especialistas no produto chinelo e todos componentes inerentes à sua fabricação, toda essa experiência é aplicada na direção de nossa equipe de produção bem como em todo processo produtivo. Dispomos de ampla variedade de maquinários, o que nos possibilita a produção das mais diversas modelagens e designs, internalizando plenamente a produção desde injeção, passando por cortes especiais, estamparia e até mesmo costura, o que propicia controle de qualidade e de padronização. Garantindo de forma confiável a capacidade produtiva a todos parceiros comerciais da Domenicca, seja a operação nacional ou internacional.

Administração

Nosso escritório principal fica na capital do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, nessa sede trabalha todo nosso time responsável pelas questões administrativas do negócio. No escritório gaúcho estão alocados os responsáveis pelos assuntos operacionais e logísticos.